Poder da Segmentação da Lista de Emails - Nerd Rico

Blog

Poder da Segmentação da Lista de Emails

Rafael Cruz
Escrito por Rafael Cruz
Poder da Segmentação da Lista de Emails
Junte-se a mais de 5248 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Se você está buscando saber mais sobre a segmentação da lista de emails, então você encontrou o artigo certo. Fique aqui comigo até o final para receber as melhores informações e dicas e desfrute do poder da segmentação da lista de emails.

Para obter bons resultados com o email marketing, é necessário ter uma lista de contatos sua, e que você conheça bem. 

Mas apenas isso não basta, é preciso também que você segmente essa lista, a fim de criar boas estratégias que sejam assertivas e personalizadas para o seu público.

A segmentação da lista de emails permitirá que você conheça tão bem a sua audiência a ponto de sempre mandar o email certo para os seus leads. Esse email é provavelmente o que fará com que a pessoa queira desesperadamente comprar de você.

Por esse motivo, esse recurso é o diferencial dos grandes empreendedores digitais que, mesmo com pequenas listas, têm resultados extraordinários.

Mas, antes de falar da segmentação da lista de emails, deixa eu te mostrar um dado interessante.

Uma pesquisa internacional da Experian Marketing Services revelou que 85% das empresas que mantêm contatos personalizados com o consumidor alcançam maior engajamento e 67% aumentam consideravelmente seu faturamento.

Para tirar suas dúvidas sobre segmentação da lista de emails e o melhor jeito de aumentar os resultados, acompanhe o post!

A Importância da Segmentação para o Email Marketing

Todos os dias, nós recebemos uma grande quantidade de emails, mas por vezes não damos atenção a muitos deles simplesmente por falta de interesse na mensagem.

Com isso, podemos perceber o quão importante é – na hora de enviar uma campanha de email marketing – que sempre haja um esforço da sua parte para enviar conteúdos atrativos que sejam de interesse dos seus contatos.

Se não for assim, então do que adiantará passar horas caprichando no email marketing, se no final das contas, o destinatário irá ignorar completamente aquele email? Ou pior, ele pode até acabar cancelando a inscrição.

Veja este dado: de acordo com pesquisas da eMarketer 26% dos internautas se sentem bastante incomodados com a quantidade diária de emails que recebem, ou não acreditam que os conteúdos dos emails sejam relevantes para eles

Essa estatística passa uma mensagem bem clara: as pessoas querem receber apenas emails que sejam úteis para elas. 

Por isso, emails enviados diariamente com listas imensas de produtos generalizados, ou artigos sem importância alguma para o destinatário, podem não só te levar ao fracasso das campanhas de email marketing, mas também à perda constante de contatos.

É para evitar que estes horrores aconteçam que você deve usar a segmentação da Lista de Emails

Ela te vai separar seus contatos em grupos especificados, de acordo com as características que cada um deles apresenta. Dessa forma, fica muito mais fácil saber o que é de interesse de cada um. 

Quando se trata de personalização e segmentação em Email Marketing, o mais importante é considerar os gostos do público e como falar com cada um.

Você fala do mesmo jeito com todos os seus amigos? Aposto que não. Cada um tem um grau de intimidade diferente e uma personalidade diferente. 

Então, trate seus clientes da mesma maneira: fale com cada grupo de uma forma diferente, o mais próximo da linguagem que eles usam no dia a dia e dos interesses que eles já têm. 

Todo esse processo pode parecer bem complicado e, acredite, para muitos ele realmente é. Afinal, se fosse fácil, todas as empresas do mundo teriam suas segmentações perfeitamente executadas e, logo, grandes resultados com todas as suas campanhas.

Veja este outro dado: de acordo com estudos da Fluent LLC de 2016, 57% dos internautas estadunidenses recebem e-mails que raramente (ou nunca) são úteis

A mesma pesquisa também concluiu que 15% apenas dos internautas recebem email que consideram relevantes.

Acho que depois de toda essa explicação deu para perceber bem a importância da segmentação da lista de emails e suas consequências. 

O Segredo é a Personalização da Mensagem

O fato é que todos nós recebemos muitos emails indesejados com pouca informação direcionada. E os usuários estão CANSADOS disso.

Isso quer dizer que, por mais que você envie dezenas de e-mails bem escritos para a sua audiência, faça incríveis postagens nas redes sociais, gaste horas e mais horas do seu dia aprendendo coisas novas e despejando dinheiro em campanhas para aumentar a sua lista…

Nada disso garante aumento das suas vendas e nem um melhor relacionamento com o seu público. A menos que você comece a PERSONALIZAR os seus e-mails.

Por isso, o segredo para o seu sucesso nas campanhas de email marketing é ir na contramão e apostar na personalização da mensagem. 

Através de pesquisas do Instituto de Direito e Marketing Digital, no Reino Unido, foi encontrado que a personalização de mensagens possui grande impacto no comportamento dos destinatários

Em entrevistas com profissionais de marketing, 82% deles afirmaram que a personalização aumentou as taxas de abertura e cliques.

Portanto, é necessário que você pense muito bem sobre o que seus destinatários esperam ou gostariam receber de você, pense em que tipo de conteúdo será relevante para eles,

Mas fazer isso com uma lista de, por exemplo, 50.000 pessoas, será impossível sem ter que dividir essa lista em grupos menores.

Grandes Lojas Online Segmentam sua Audiência

Se você ainda não está totalmente convencido sobre a segmentação, saiba que muitas das grandes lojas online, como a Amazon, rastreiam suas visitas, pesquisas e compras em sua loja.

Assim, começam a mandar e-mail regulares mostrando oportunidades de livros e produtos na área que você costuma pesquisar e consumir.

Ou seja, se você costuma pesquisar os livros do Paulo Coelho, é muito provável que comece a receber e-mails de ofertas dos livros especificamente dele e também de assuntos relacionados à temática dos seus livros. 

Ou então, se você costuma comprar livros sobre cães, o mesmo vai acontecer.

Logo, te pergunto: qual e-mail teria mais influência de compra para você: um e-mail genérico, que traz qualquer tipo de informação, ou um e-mail contendo exatamente aquilo que mais te interessa no momento?

Formas Comuns de Personalizar o Relacionamento com seu Público

Uma maneira muito usada por empreendedores digitais e profissionais do marketing é captar informações dos contatos (nome e e-mail são os mais comuns) e rastrear o comportamento da audiência a partir disso.

Essa captação de contatos cadastra as informações dentro de listas gerenciadas por autoresponders.

Assim, você mantém uma sequência regular de disparo de e-mails, que possuem algumas informações rastreáveis, como por exemplo, quem abriu e quem não abriu os e-mails e quem clicou e quem não clicou nos links dentro de cada mensagem.

Para organizar essas informações, crie segmentos da lista de emails para separar os contatos de acordo com seus interesses mais fortes.

Essa segmentação nem sempre é fácil de fazer e, muitas das vezes, é trabalhosa, pois é preciso fazer à mão ou configurar uma dúzia de parâmetros técnicos para que isso tenha um mínimo de automação.

Mas, e se você não quer gastar seu tempo tendo que organizar tudo isso à mão? Ou não possui habilidade técnica para definir parâmetros avançados dentro do seu autoresponder?

Existe um jeito mais simples e prático para segmentar seus contatos por comportamento e interesse?

Sistema de Tags

Sim, existe! E a resposta para isso está na tecnologia das Tags.

Tags são marcações (ou etiquetas virtuais) que são feitas automaticamente mediante alguma ação do seu contato (um registro num formulário, num clique de link etc).

Ou seja, são palavras-chave que são inseridas no perfil do seu contato, adicionando mais informações sobre ele.

Para facilitar o seu entendimento, nada como um bom exemplo. Vamos imaginar que você seja um vendedor de uma loja de eletrônicos.

Sabemos que numa loja de eletrônicos iremos encontrar… adivinhe? Eletrônicos! Ou seja, celulares, computadores, tablets, TV, videogames, pendrives e outros gadgets.

Se um cliente entra nessa loja pela primeira vez, você ainda não sabe nada sobre ele. Então, o que você vai fazer?

Observar para onde ele vai se dirigir dentro da loja. Esse é o primeiro sinal de interesse dele, pois a tendência é que ele procure aquilo que interessa a ele no momento.

Você observou que ele parou na vitrine para ver os notebooks. E ficou lá um tempo. Então, você se aproxima e pergunta se ele busca algo em especial.

Ele responde que precisa de um notebook para editar vídeos.

Ok, neste momento, você tem 2 informações sobre ele:

  1. Que ele quer um notebook e
  2. Que a função desse notebook pra ele será para editar vídeos, então precisa ter uma configuração que suporte isso.

Com essas informações, você falaria:

  1. “Ah, tudo bem que você quer notebook, mas olha esse celular que legal”
  2. “Nossa, você precisa editar? Então dá uma olhada nesse i3”
  3. “Já que você precisa editar, olha esse processador a partir do i5, que suporta os melhores programas de edição sem travar.”

Se você disse a opção C, parabéns! É exatamente isso que você precisa fazer com a sua lista de Emails.

Fazendo a ligação entre o desejo e a solução

Na prática, é isso que eu quero que você entenda: você sabe que computadores para editar vídeos precisam ter uma boa configuração e, de preferência, uma tela grande.

Ele também sabe disso (na maioria das vezes). Então, você que é um ótimo vendedor, vai perder o seu tempo oferecendo a ele um celular? Um tablet? Uma TV?

É óbvio que não, porque as informações que você obteve dele eliminam essas opções.

Então você vai mostrar pra ele as linhas de notebook que são compatíveis com a necessidade que ele informou.

AGORA, com essas informações em mãos, você, como vendedor, tem MAIS ou MENOS chance de fazer uma venda pra ele?

Será que você teria mais chance de vender algo pra ele no momento que ele entrou na loja, sem saber NADA sobre o que ele precisava?

Ou agora, que você sabe do que ele precisa e vai mostrar os produtos CERTOS pra ele?

Pois bem. É exatamente isso que o sistema de tags faz pra você a partir do momento que um contato entra no seu autoresponder e passa a receber seus e-mails.

O chato dessa história é que a maioria dos autoresponders do mercado NÃO POSSUEM um sistema de tags para segmentação da lista de emails!

Segmentação da Lista de Emails em Autoresponders

Ou seja, ao ter um desses autoresponders que não oferecem as tags, você está deixando  dinheiro na mesa.

Afinal, está perdendo boa parte da lucratividade da sua lista de contatos ao não conseguir criar super segmentações e levar a mensagem e o produto certo a eles.

E se você ainda está escolhendo um autoresponder, ou está usando um que não possui o sistema de tags, então você precisa mudar o quanto antes para um autoresponder que possua essa tecnologia.

E os únicos autoresponders confiáveis que eu conheço para se criar um império digital baseado na tecnologia das tags são: o KlickMail e o LeadLovers.

KlickMail e LeadLovers

O KlickMail e o LeadLovers são 2 autoresponders brasileiros, usados por grandes profissionais do mercado, como Erico Rocha, Victor Damásio, Diego Carmona, Vinicius Possebon entre outros.

O que permite a você, de forma simples, criar a sua base de contatos baseado em seu comportamento e interesses. Ou seja, a segmentação da lista de emails.

Com eles, você verá a sua taxa de conversão em vendas aumentar à medida que você aumenta o relacionamento com o seu contato e coleta automaticamente mais informações sobre ele.

Clique aqui para ver como você pode ter uma conta do KlickMail e começar a capturar seus contatos para o autoresponder com a tecnologia de segmentação mais avançada do mundo.

Ou clique aqui para conhecer todos os recursos do LeadLovers, que não é só um autoresponder, mas uma plataforma completa para empreendedores digitais.

Caso queira aprender a segmentar usando o KlickMail, leia este tutorial.

Dicas sobre segmentação de contatos 

1 – Não dê um passo maior que a perna

Existem diversas formas de segmentar um banco de dados. No entanto, é importante que comece com poucos e não dê um passo maior que a perna, tentando começar já com 30 critérios diferentes.  

Isso poderá fazer com que crie uma confusão sobre cada segmento, além dos contatos, que entram em mais de um critério. 

Por isso, opte por analisar muito bem os dados que você possui sobre seus potenciais clientes e pensar em alguns segmentos que te ajudarão a direcionar o seu conteúdo. 

Recomendo que você comece, por exemplo, com o funil de vendas, que vai te dizer em que estágio do processo de compra os seus contatos estão. Dessa forma, será mais fácil de analisar os comportamentos e organizar suas estratégias.

2 – Use landing pages e formulários como forma de aprendizagem

As landing pages e os formulários são bastante relevantes para que os seus destinatários te contem mais sobre os interesses. Não é só uma boa oportunidade para descobrir mais coisas sobre seus contatos, mas também é para melhor definir o seu email marketing.

Por exemplo, uma empresa que criar a sua landing page com o foco em coletar cadastros para uma newsletter, deve fazer os seguintes questionamentos: 

  • Porque as pessoas devem se inscrever para receber o email marketing? 
  • O que a empresa tem a oferecer aos seus prospectos? 
  • Qual a vantagem?

Defina essas respostas e reflita que todos nós recebemos mais emails do que podemos ler. Logo, se você quer que um visitante do seu site se inscreva na sua lista de email, você terá de convencê-lo primeiro.

Para isso, utilize de uma landing page que contenha conteúdos claros, explicando todas as vantagens e motivos pelos quais deve-se assinar a newsletter, por exemplo; sobre o que elas irão tratar, a frequência, etc.

Outro fator a se analisar é que se as pessoas estão acessando a sua landing page, mas não estão assinando a sua newsletter, então você deve estar pecando em algum elemento. 

Pode ser o tamanho do seu formulário, ou o design da página… O importante é sempre procurar otimizar.

3 – Dê atenção às estatísticas de cada campanha

Cada campanha tem estas estatísticas importantes, que podem trazer informações de onde você errou e como você pode melhorar. Por essa razão dê sempre atenção às métricas do seu email marketing e faça testes A/B.

As estatísticas são muito relevantes para o sucesso do seu email marketing, pois não importa o que você acha que dá certo ou não; com as informações obtidas com as estatísticas, você descobre o que realmente funciona para o seu público.

A Segmentação da Lista de Emails está mais fácil agora?

Tenho certeza que, com os conhecimentos que te passei neste artigo, segmentar sua base de dados se tornará bem mais fácil. 

Mas, para otimizar mais ainda seus conhecimentos, assista este vídeo que preparei especialmente sobre esse assunto.

Não tenha medo de tentar coisas inovadoras e de mudar de rumo com a sua segmentação, descubra que tipo de assunto funciona melhor com seu público e comece a testar logo.

Quer receber mais assuntos como estes no seu email? Então, é simples: se inscreva na Newsletter e eu vou te enviar mais informações sobre o assunto!

Opa,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 Replies to “Poder da Segmentação da Lista de Emails”

Aprenda a Segmentar E-mails com o KlickMail - Email Marketing para Pequenas Empresas

[…] ← Anterior […]

Marco de Almeida

Muito bom, ainda tenho muito que aprender sobre email marketing.

Hosting Deutschland

Que bom que gostou, a segmentacao e um desses pequenos detalhes que tem o poder de fazer grande diferenca em nossos negocios. Vale a pena investir um tempo para segmentar a lista ??

Autoresponder | Nerd Rico

[…] O Poder da Segmentação no Email Marketing […]

5 Melhores Assuntos para Emails que Despertam Atenção Imediata - Nerd Rico

[…] a reclamar dessas 2 ferramentas. Principalmente por causa do poderosíssimo sistema de tags (ambas oferecem isso) e a automação de […]

Autoresponder para Negócios Digitais: Tudo sobre essas Ferramentas

[…] O Poder da Segmentação de Lista de Emails […]

Como Usar o KlickMail para Segmentar sua Lista - Nerd Rico

[…] vimos no artigo passado, o sistema de tags é o recurso mais avançado para criar segmentação da lista de […]

Como Melhorar a Taxa de Cliques dos Emails - Nerd Rico

[…] Essa separação é feita através da segmentação da sua lista. […]

PARTICIPE DA NOSSA COMUNIDADE

Faça parte da nossa comunidade no Facebook para conhecer novos empreendedores, trocar informações e dúvidas.