Licenciamento de Produtos Digitais: Como licenciar produtos do exterior?

Blog

Licenciamento de Produtos Digitais: Como licenciar produtos digitais do exterior?

Rafael Cruz
Escrito por Rafael Cruz
Licenciamento de Produtos Digitais: Como licenciar produtos digitais do exterior?
Junte-se a mais de 5248 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Licenciamento de Produtos Digitais: Como licenciar produtos digitais do exterior?

Se você quer ganhar 100% de comissão em vendas de um produto sem necessariamente criar um produto, sem aparecer e sem precisar ser especialista, então esse artigo sobre como licenciar produtos digitais é pra você.

A maioria dos empreendedores digitais de sucesso apontam como ter uma boa renda online: marketing de afiliação e infoprodução. Mas existem problemas nesses dois modelos…

1 – Marketing de afiliação é rápido e não precisa se preocupar em criar um produto;  o problema é que o ganho fica limitado e as estratégias também dependem do que o criador do produto decide.

2 – Infoprodução permite um grande ganho (100% se não tiver afiliados), mas o problema é que demora para criar um produto do zero, principalmente quando você precisa fazer tudo (conteúdo do produto, copy, sequência de e-mail, funil, página de vendas etc.).

É por isso que eu afirmo: descobrir como licenciar produtos digitais pode ser a melhor forma de você ter o seu primeiro produto rápido na internet ou um produto adicional ao seu negócio.

Diferente do que muitos pensam, ter um produto próprio não significa ter que criar tudo do zero e demorar meses até fazer o lançamento. Para ter ideia, no DSB, por exemplo, você aprende a lançar um produto próprio em 21 dias. Imagina isso!

Isso significa que é possível lançar um produto próprio rápido na internet, comprando um conteúdo já pronto, lançando como seu e eliminando o principal problema na infoprodução: o tempo – isso só para início de conversa. 

Esse é o mercado do licenciamento de produtos digitais e eu vou te ensinar hoje como licenciar produtos do exterior e vendê-los como seu, ganhando 100% das suas vendas.

O que significa licenciar um produto?

como licenciar produtos digitais

Em um outro artigo aqui do blog, já falei sobre o que é licenciamento de produtos digitais, que é quando você adquire os direitos de reproduzir ou comercializar um material que já foi feito anteriormente por outra pessoa ou empresa.

Isso significa que: você pode comprar um produto do exterior, traduzir e depois vendê-lo com o seu nome, porque terá comprado a licença do produto, vendida pelo próprio autor; se quiser, pode adicionar suas próprias experiências e conhecimentos para enriquecer ainda mais o material.

Bom, se você está lendo este artigo, eu presumo que você já saiba como funciona o mercado de infoprodutores e o mercado de afiliados.

Com o licenciamento de produtos digitais, não é diferente: você compra a licença de um produto, coloca em uma plataforma (como Hotmart, Monetizze ou Eduzz) e vende ao público. Se quiser, pode até abrir para afiliação.

Com um bom produto, bons anúncios e bons afiliados, você poderá ganhar bastante dinheiro com seu produto.

Mas atenção: existem 3 tipos de licença que você pode comprar e é necessário olhar o tipo de licença disponível para o produto ao comprar, para evitar problemas nas vendas depois.

Como licenciar produtos digitais: quais os 3 tipos disponíveis

1 – PLR (Private Label Rights) – Direito de Marca Própria

PLR é um dos direitos disponíveis para quem quer descobrir como licenciar produtos digitais com compra e revenda. Ele é considerado um dos melhores para fazer dinheiro ou para ser usado como recompensa (que muitos chamam de isca digital, com o objetivo de capturar emails).

Os Direitos de Marca Própria acontecem assim: você compra um produto com uma autorização de revenda, permitindo que você transforme o produto, reorganize, melhore ou mude qualquer elemento dentro do produto para que se encaixe com o que você quer para seus clientes.

Se você comprar um PLR de curso, por exemplo, pode dividir em ebooks, artigos de blog ou até iscas digitais para conseguir mandar pessoas para seu funil de vendas, converter leads em clientes ou qualquer que seja o seu objetivo.

A questão é que você compra e, a partir daí, você faz o que quiser com o produto, porque comprar um PLR te dá o direito de colocar seu nome como criador para revender o produto.

Dependendo do produto, é possível reivindicar o direito autoral, mas é comum que ele fique com o autor original e que ele venda um número limitado de cópias do produto para outros compradores. Assim, cada um compra e altera do jeito que achar melhor.

2 – Direito de revenda

Nesse caso, assim como o PLR, você pode revender o produto para ganhar dinheiro na internet com 100% do valor de cada venda (se não tiver afiliados). 

Mas tem uma diferença marcante, no direito de revenda: você precisa usar o produto da maneira que ele é, já que esse tipo de licença não permite fazer alterações para revender o produto.

Para descobrir como licenciar produtos digitais com direitos de revenda, é preciso prestar muita atenção nisso: na página em que está comprando o produto, olhe os seus direitos e veja o que você pode ou não alterar no conteúdo e como pode usá-lo.

Geralmente, os direitos de revenda não permitem fazer alterações. Mas, em alguns casos, é possível traduzir para revender, só não pode mesmo fazer mudar o conteúdo em si.

3 – MRR (Master Resell Rights) – Direito de Revenda Master 

Esse é um dos jeitos de descobrir como licenciar produtos digitais mais completos, mas é interessantíssimo para quem trabalha de uma forma específica.

Isso porque, além de você ter o direito de alterar o conteúdo, assim como no PLR, você também pode revender o produto ou conteúdo a outras pessoas (esteja ele do jeito que comprou ou com as alterações que fez).

Dependendo do caso, você pode revender o produto com a licença MRR para o consumidor que comprar de você. Mas aconselho esse tipo de produto para quem quer comprar e revender as licenças, em vez de trabalhar como infoprodutor.

Ou seja: se você tem interesse em criar um site para revender licenças dos produtos que comprou, esse é o caminho. É ainda mais interessante para profissionais de redação, já que podem alterar o produto e revendê-lo com menos custos.

P.S.: lembrando que, no caso de revender o MRR, é preciso vender mais barato, já que o comprador ainda vai precisar gastar com tradução e alterações para que consiga criar seu infoproduto.

O que escolher na hora de licenciar seu produto?

Na hora de descobrir como licenciar um produto, é preciso saber escolher o que você vai vender. Se possível, que seja algo novo, algo que traga resultados e que seja fácil de usar, para que o seu produto ganhe cada vez mais afiliados, aumente o número de vendas e esteja entre os mais vendidos.

Esses produtos para você licenciar e ser um infoprodutor são os PLR (Private Label Rights), que têm licença para revenda, como já falei aqui.

Eu indico comprar um produto PLR, porque você pode adaptar o conteúdo com base na necessidade do seu público, você não precisa criar nada. Basta adaptar seu nome como autor ou criador e, se necessário, pode mudar o design e outros detalhes…

Você paga uma única vez pelo produto licenciado e ele é seu pra sempre. A partir daí, pode vender da forma que quiser e pelo preço que quiser. O lucro é 100% seu – se não tiver afiliados, é claro.

Vale muito a pena licenciar um produto digital, se você ainda não tem nenhum produto ou se está começando no Marketing Digital.

Mas, antes de descobrir como licenciar produtos digitais, é importante que você tenha no mínimo um pouco de conhecimento em inglês para traduzir o material antes de vender.

Mas se não tiver, tudo bem! Você pode contratar alguém para traduzir ou usar o google tradutor e fazer poucas alterações. Aqui no Blog Nerd Rico, você poderá encontrar um artigo sobre como traduzir produtos licenciados.

Que tipos de produtos podem ser licenciados 

1. Ebooks

2. Relatórios

3. Cursos em vídeo

4. Cursos em áudio

5. Gráficos

6. Artigos para blog (seja em pequenas ou grandes quantidades)

7. Sequências de emails

8. Páginas de venda

9. Páginas de capturas

10. Pacotes premium que vêm com mais de um desses produtos

Neste outro artigo de licenciamento de produtos digitais, te mostrei outros produtos que podem ser licenciados. Não esqueça de ver ao acabar esse artigo.

Quais são os produtos digitais mais vendidos?

como licenciar produtos digitais

Ebooks

Ebooks são fáceis de vender e trazem bons resultados. E o melhor de tudo é que você não precisa aparecer e nem ser especialista no assunto.

A estratégia de vendas é a mesma de um produto comum. Bom tráfego e boa copy.

Alguns produtos já vem com uma página de vendas e com uma copy pronta e são esses que eu indico que você compre. Antes de promover seu produto é importante adaptar a copy para falar das dores, desejos e problemas da sua persona.

Se o produto que você comprou tiver um funil de vendas, recompensa digital e sequências para email marketing é melhor ainda.

Cursos

Um dos tipos de produtos digitais mais lucrativos na infoprodução é o curso online. Geralmente, os cursos são feitos com aulas em vídeo e você pode adicionar conteúdos escritos, cartilhas ou ebooks como material de apoio também.

Enquanto os ebooks atraem público por serem mais baratos do que os cursos, o grande pró na coluna dos cursos online é a dinâmica e flexibilidade desse tipo de produto – ah, além do nível de aprendizado.

Muitas pessoas consideram não ter foco o suficiente para aprender apenas lendo e preferem investir em um curso para que veja as aulas e entenda de forma mais profunda sobre o assunto.

Mas atenção nesse “como licenciar produtos digitais”, porque em cursos é necessário que você apareça. Se você tem vergonha ou não gosta da exposição, tem 2 opções: 

1 – Se adapta e lança seu curso mesmo assim, se aprimorando e conquistando alunos.

2 – Prefira outros tipos de produtos que não precise aparecer.

Ah, quase que me esqueço: é possível comprar cursos PLR com vídeos e materiais de apoio. Mas é importante que você conheça Inglês para escrever o roteiro para seus vídeos (caso não venha escrito) ou que você pague um tradutor.

Se você quer um programa que faça a gravação dos seus vídeos ou, até mesmo, transmissões, eu indico o OBS.

Curso em screencast

Uma outra boa dica para descobrir na prática como licenciar produtos digitais com cursos online, caso você não queira aparecer, é fazendo o screencast, que é uma gravação de tela do seu computador, acompanhada pelo áudio original ou algum áudio gravado depois.

Nesse caso, você pode preparar slides ou algum conteúdo escrito em uma página separada do seu site, com imagens e algo ilustrativo. 

Assim, você grava a tela e apenas fala sobre o assunto, sem precisar aparecer, já que o foco principal será na sua voz e na tela que está mostrando.

É simples fazer screencast e não precisa baixar aplicativos. Basta apertar o símbolo do Windows (que fica entre o Ctrl e o Alt na maioria dos teclados) junto com o “G”. Siga esses passos:

1 – Vá para a tela que você deseja gravar

2 – Se você for gravar áudio + tela, use um fone de ouvido para que o som fique melhor

3 – Aperte e o “G” juntos.

4 – Vai abrir uma aba na parte superior da sua tela; clique em “Capturar”

5 – Na nova aba, clique no círculo para começar a gravar a tela e começar a falar. 

6 – Após acabar a gravação, aperte no quadrado e deixe de gravar. Ele salva em uma pasta automática, que também pode ser vista no Windows + G.

Podcast

Você já entrou em um site, por exemplo, e viu logo no começo o símbolo de um áudio para ouvir caso não pudesse ler? Isso é um podcast.

Podcasts são áudios que você grava sobre determinados assuntos e pode disponibilizar em diversos lugares, como no próprio YouTube (sem imagem mesmo), no Spotify ou, até mesmo, em uma área restrita de membros com apoio da escrita. 

Cada vez mais as pessoas estão optando por ouvir podcasts e os motivos são diversos. Alguns, não podem assistir enquanto dirigem e colocam um podcast em vez do vídeo; outros, preferem ouvir enquanto fazem outras coisas.

Mas o que o podcast tem a ver com descobrir como licenciar produtos digitais? Simples: você pode fazer podcasts de várias maneiras com os PLRs, como:

1 – Compre artigos, traduza e transforme em podcasts + áudios para áreas de membros pagas.

2 – Compre ebooks, traduza e transforme em audiobooks (com ou sem apoio escrito).

3 – Compre cursos em vídeos, traduza e, em vez de aparecer em vídeo, apenas faça um curso inteiro em áudios (com ou sem apoio escrito).

4 – Compre áudios, traduza e faça o seu próprio podcast com o que foi falado no áudio original.

As possibilidades são grandes! Você pode escolher o que acha melhor e trabalhar com podcasts para atrair audiência, ganhando de 100 a 1.000 reais por dia com produtos digitais para revenda.

Como faço para obter meu produto licenciado?

Mas como encontrar esses produtos PLR? Simples: basta apenas digitar no google PLR course ou PLR products ou PLR course + nicho.

Exemplo: plr course relationship, para encontrar produtos no nicho de relacionamento.

Ao digitar isso no Google, vão aparecer centenas de páginas que você poderá comprar os produtos para licenciar, em diversos sites diferentes.

É importante ver um site que tenha informações prévias do produto, para que você saiba exatamente o que está comprando. Separei alguns passos práticos para você seguir e descobrir na prática como licenciar um produto; é só seguir:

1 – Pesquise seu produto + nicho, como falei acima. Você pode pesquisar tanto em Inglês para comprar direto em sites norte-americanos, como também já pode comprar pacotes em Português (algumas empresas brasileiras estão começando a atuar com esse mercado).

2 – Depois de encontrar seu produto ideal, adicione ao carrinho e faça o checkout.

3 – Use um cartão que faça compras internacionais (Nubank, por exemplo, tem essa opção).

4 – Ao confirmar a compra, uma janela de download é aberta para que você baixe os arquivos. Além disso, você também recebe os anexos ou links por e-mail.

5 – Pronto! Agora é só abrir seus arquivos PLR e editá-los conforme a necessidade do seu público e estratégia que você quer usar.

Tenho outro artigo aqui no blog, que te falo com detalhes o passo a passo para licenciar um produto digital.

Como licenciar produtos digitais: exemplos de licenciamento

  1. Compre e revenda seu PLR ou MRR do jeito que estão (apenas traduzindo-os).
  2. Compre de um site brasileiro seu PLR traduzido ou MRR e revenda do jeito que estão.
  3. Renove completamente a marca dos produtos PLR ​​e revenda em grandes mercados de afiliação, como Hotmart, Eduzz e Monetizze, por exemplo.
  4. Use como uma “isca digital” para gerar leads e criar listas de e-mail altamente qualificadas.
  5. Ofereça conteúdo PLR ​​como bônus do seu produto digital para tornar suas ofertas mais atraentes e praticar o overdelivering.
  6. Crie programas de assinaturas recorrentes que oferecem direitos de revenda desses produtos ou treinamentos para algum público sedento por boas informações.
  7. Agrupe vários produtos PLR de nichos relacionados ou do mesmo nicho para criar um pacote de valor e vendê-los a um preço mais alto.
  8. Use o conteúdo PLR ​​como novo conteúdo de blog e geradores de ideias para sua newsletter e e-mail marketing.
  9. Converta seu PLR em diferentes idiomas sozinho ou com ajuda de algum tradutor e venda para mercados completamente inexplorados.

Mas, afinal, quanto custa licenciar um produto digital?

como licenciar produtos digitais

Depende! Depende do tipo de produto que você vai comprar. Ebooks tendem a ser mais baratos, enquanto cursos e materiais mais completos podem custar um pouco mais caros.

Alguns ebooks podem variar de $1 a $50 dólares. No momento em que estou escrevendo este artigo a cotação do dólar está a $5,42.

Digamos, então, que você comprou um produto a $32 dólares, em reais você pagará R$ 173,41 uma única vez e depois pode fazer o que quiser com o produto (dentro das especificações da sua licença, claro).

Vendendo esse ebook por R$ 35, com apenas 5 vendas você já paga o investimento.

Mas esse é só um exemplo. Existem ebooks e pacotes de artigos disponíveis, por exemplo, por apenas $7 (37,93 reais na cotação de hoje).

Dica: em produtos de 32 dólares, por exemplo, é comum que você encontre pacotes premium que dá para lucrar ainda mais, fazendo mais de um ebook ou até um curso mais caro. 

Então, não olhe apenas para o preço do produto, mas sim a relação entre o preço e o que vem dentro dele.

Descobrir como licenciar produtos digitais é a melhor opção para quem quer começar a vender sem ser afiliado, sem aparecer e ainda receber 100% de comissão de um produto.

E se você quer ter seu negócio online em 21 dias, você precisa conhecer o Digital sem Barreiras do Romualdo Cronemberger e da Cris Franklin. 

Eles estão estão falando justamente isso e possuem um método pronto, rodando e gerando resultados, para colocar qualquer novo negócio, com base em licenciamento, em 21 dias no mercado.

Viu como é simples? Se ainda quer saber um pouco mais, veja meu recado no vídeo logo abaixo!

Se você gostou desse artigo, comente aqui embaixo e compartilhe com seus amigos.

Forte abraço

Que a Força Nerd Esteja com Você.

Opa,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Replies to “Licenciamento de Produtos Digitais: Como licenciar produtos digitais do exterior?”

Gisele Kubiça

Simples e esclarecedor. Grata por compartilhar…!

Avando

Ótima orientação gostei.

PARTICIPE DA NOSSA COMUNIDADE

Faça parte da nossa comunidade no Facebook para conhecer novos empreendedores, trocar informações e dúvidas.