Dica para Escrever E-mails Carismáticos - Nerd Rico

Blog

Dica para Escrever E-mails Carismáticos

Rafael Cruz
Escrito por Rafael Cruz
Dica para Escrever E-mails Carismáticos
Junte-se a mais de 5248 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Criar email marketing que traga resultados é coisa séria, e que pode exigir esforço e trabalho, mas você sabe que o resultado compensa, do contrário, não estaria aqui buscando melhorar seus emails.

Dificilmente o email marketing deixará de ocupar o posto de um dos canais de marketing digital mais relevantes e respeitados. 

Isso Porque, esse é um canal de comunicação e relacionamento bem versátil, e com potencial de gerar muitos resultados no relacionamento e fidelização do seu público-alvo.

Por isso, é essencial que você saiba usufruir do poder do email marketing de forma correta, para alcançar o sucesso que você deseja na sua empresa.

No entanto, existem alguns “pecados capitais” cometidos por muita gente que usa e-mail marketing para se relacionar com o seu público e clientes.

Neste artigo eu não falarei de todos eles ainda, mas falarei de um específico, além de dar algumas dicas para melhorar seus e-mails, deixá-los mais carismáticos e criativos.

O “estilo Saramago”.

email

Batizei esse erro com esse nome por causa da semelhança com o estilo de escrever do escritor português José Saramago.

Só pra te situar e te inserir no contexto, o estilo de Saramago na literatura foi marcado pelo uso de frases longas e períodos intermináveis. 

Ele adotava um recurso de escrita que se aproximava da maneira oral de comunicação. E tinha um jeito peculiar para fazer a pontuação dos seus textos.

Na literatura, esse estilo foi considerado ousado e caiu no gosto de muita gente, apesar de mostrar ser uma leitura cansativa e confusa aos que não estavam acostumados com esse estilo.

E se tratando de e-mail marketing, isso é um erro gravíssimo, pois o  grande desafio nos emails é justamente atrair a atenção do seu público para a sua mensagem. 

Ou seja, se seu leitor achar a sua forma de escrever entediante ou confusa, ele simplesmente parte para o próximo e-mail e ignora totalmente o seu querido e-mail, isso mesmo, aquele que você passou horas fazendo.

Então,vejamos como isso funciona na prática:

(…) “O presente que demos ao primo maximiliano, quando do seu casamento, há quatro anos, sempre me pareceu indigno da sua linhagem e merecimentos, e agora que o temos aqui tão perto, em valladolid, como regente de espanha, por assim dizer à mão de semear, gostaria de lhe oferecer algo mais valioso, algo que desse nas vistas, a vós que vos parece, senhora, uma custódia estaria bem, senhor, tenho observado que, talvez pela virtude conjunta do seu valor material com o seu significado espiritual, uma custódia é sempre bem acolhida pelo obsequiado,” (…)

– A viagem do Elefante (2008)

O trecho que você leu acima foi extraído de uma das obras de Saramago (A viagem do Elefante).

Agora, tomarei a liberdade de reescrever esse trecho do mestre Saramago, unicamente com o objetivo de exercício. Observe como a fluência da leitura fica mais agradável e interessante:

(…) Há 4 anos, em seu casamento, demos ao primo Maximiliano um presente que sempre me pareceu indigno da sua linhagem e merecimentos. 

Agora que o temos aqui tão perto, em Valladolid, como regente de Espanha, por assim dizer à mão de semear, gostaria de lhe oferecer algo mais valioso, algo que desse nas vistas.

– A vós que vos parece, senhora? Perguntei.

– Uma custódia estaria bem, senhor –  ela respondeu – tenho observado que, talvez pela virtude conjunta do seu valor material com o seu significado espiritual, uma custódia é sempre bem acolhida pelo obsequiado, (…)

Consegue perceber agora o impacto que simples mudanças na forma de escrever podem causar na atração de atenção do seu público?

Que tal fazer uma auto-análise sobre a forma como você tem escrito seus e-mails?

Que tal, a partir de agora, você começar a encurtar as suas frases e diminuir seus parágrafos, para que a leitura flua melhor?

Email Boas Vindas

Fazer um email de boas vindas é uma forma muito boa de começar o relacionamento com seu futuro cliente, com o pé direito. Esse tipo de email deve funcionar, de certo modo, como se você estivesse falando cara a cara com o usuário, como se fosse ao vivo.

Dê uma olhada: você manda uma mensagem puxando assunto, de forma despretensiosa, quando na verdade, você está com o objetivo de avançar com o seu prospecto, pela jornada do funil de compras. 

Portanto, o ponto principal do email de boas vindas é iniciar uma conversa. A partir desse email, espera-se que você tenha estabelecido uma boa base de relacionamento com o seu público, e daí você continue interagindo. 

Ao invés de empurrar um produto ou serviço ao destinatário, logo de cara. 

Email Informativo

O email informativo ou relacional é aquele o qual você usará de modelo para,como o nome já diz, continuar se relacionando com o seu público-alvo.

Um dos subgrupos mais usados, dentro desse tipo de email, são as newsletter, cujo  objetivo é informar a sua lista de emails em relação às atualizações e novidades mais relevantes sobre o que seu negócio trata.

Nesse tipo de email, você irá utilizar muitas informações no seu texto, além de chamadas com links para seu blog ou site.

Em outras palavras, quando for considerar o que escrever no seu email marketing, é preciso entender que o conteúdo dele precisa ser o principal elemento desse tipo de email.

Em se tratando da mensuração dos resultados do email informativo, é importante que você não se restrinja apenas aos indicadores de email marketing e as métricas de campanha, como por exemplo as taxas de abertura e clique

Tenha em mente que também é relevante, por exemplo, analisar quem clicou onde, pois isso ajudará na estratégia de segmentação do público.

Outro ponto a ser levado em conta, é que o email relacional necessita ser enviado periodicamente, dessa forma você mantém o engajamento das pessoas na sua lista. 

Outra coisa, lembre-se de deixar a sua marca bem destacada e visível. Você pode colocá-la no cabeçalho, por exemplo.

Email Especial 

O email especial será aquele utilizado para celebrar datas especiais, seja isso algo que englobe todos os seus destinatários ou um cliente em especial de uma jeito único. Essas data podem ser:

  • aniversários;
  • felicitações por alguma conquista;
  • datas comemorativas do calendário;
  • datas comemorativas da sua empresa;
  • parabenizações em geral.

Esse é um jeito de fazer seus prospectos e clientes se sentirem especiais de alguma forma.

No modelo de e-mail especial você pode utilizar de mais imagens, gráficos e textos não muito longos, a fim de conquistar e capturar a atenção do usuário.

Além disso, você pode aproveitar a oportunidade para enviar cupons de descontos, brindes e etc.

Email de Resgate

O email de resgate é um email para clientes inativos. Depois de algum tempo de relacionamento com a empresa, é normal que alguns clientes seus parem de interagir com os emails que são enviados. No entanto, não desista tão fácil deles. 

Utilize o email marketing para tentar resgatar o engajamento dos clientes inativos.

Esse tipo de email é ideal para começar uma oferta chamativa. Mas, não se esqueça que a oferta deve ser alinhada com o seu tipo de público. 

Saiba também, que não vale de nada enviar ofertas de forma frenética, pois assim, elas acabam perdendo a conotação de urgência característica.

Além disso, vale destacar também a relevância do conteúdo do seu email, e realizar uma segmentação de leads escolhidos para receberem a mensagem.

Afinal, não adiantará enviar o email de resgate para aqueles que ainda engajam com os emails de sua empresa. Porém, com a segmentação de público certa, há boas chances de você obter boas taxas de abertura e clique.

Aqui vão algumas dicas valiosas de estratégias para o email de resgate:

  • revise sua lista email antes de enviá-lo;
  • avise o destinatário que ele não irá receber spam e insira a opção de opt- in, isso ajudará no controle de cadastros com e mails temporários;
  • confirme a adesão do usuário;
  • pergunte quais conteúdos esse público desejaria receber.

Comece a vender! 

Coloque em prática as dicas valiosas que acabei de te ensinar e comece a vender agora mesmo.  

Se você ainda tem alguma dúvida sobre o assunto ou deseja expandir ainda mais seus conhecimentos, então assista esse vídeo aqui.

Nos encontramos no próximo artigo. Que a força Nerd esteja com vocês.

 

Opa,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Replies to “Dica para Escrever E-mails Carismáticos”

Bela

É, eu deixei de ler Saramago, nobel da literatura, por isso mesmo.

E agoraveu vejo alguns e-mails meus saramaguianos… que horror.

Obrigada por me abrir os olhos, Rafael.:-)

Rafael

Opa, ainda dá tempo de corrigir isso, Bela. Que bom que o artigo foi útil pra você. 🙂

Afonso Fagundes Nast

Concordo plenamente com você Rafael.

Vou confessar uma coisa, que fique só entre nós. rsrsrs

Nunca gostei de ler livros de romances, histórias e contos da maioria dos escritores do passado. Agora já sei uma das razões.

De outra parte, apesar de ser péssimo em comunicação eu nunca concordei com esse exagero de regrinhas de português e principalmente com aquelas que dificultam a comunicação.

Sempre gostei de escrever parágrafos pequenos como estes.

Quando trabalhei na construção de casas, levei meses mas consegui criar um contrato de venda muito completo que nunca me deu problemas e foi aderido por muitos construtores.

O contrato possuia 12 cláusulas. Todas as clausulas possuíam apenas uma linha.

Teve que ser em Ofício 2 mas com muito esforço consegui faze-lo com fonte 10 (média e bem legível) e usando apenas uma únca folha.

Por isso eu sempre digo:
O difícil não é sair escrevendo TUDO que vem a cabeça.
O difícil é dizer ou escrever TUDO em poucas palavras.

Como comentário ficou hiper grande, mas duvido que vc que leu até aqui teria lido se eu tivesse seguido as tais regrinhas de parágrafos. rsrsrs

Um forte abraço

Rafael Cruz

Afonso, essa é a essência. Não importa se o texto é grande ou pequeno. O que importa é se ele está agradável ou não para as pessoas.

Um belo exemplo disso é o escritor Dan Brown. Seus livros não são pequenos (entre 300 e 400 páginas) e as pessoas os leem super rápido. Eu mesmo li o Código Da Vinci em 5 dias.

Enquanto já tive livro que 150 páginas que demorei 2 meses, por ser chato de ler.

O seu exemplo do contrato foi perfeito, pois você está lidando com um tipo de informação que precisa ser absorvida rápido. Todo mundo sabe que é importante, mas ninguém (NINGUÉM!) lê esses contratos chatos e infinitos. Aí voce cria um contrato de 1 página, com fonte razoável e cláusulas curtas. Aposto que TODOS os clientes leram e absorveram a mensagem.

Isso é a essência da comunicação. Uma via de mão dupla. Sempre tem que existir o transmissor e o receptor . E a mensagem não pode chegar corrompida por caprichos.

Obrigado pelo ótimo comentário.

PARTICIPE DA NOSSA COMUNIDADE

Faça parte da nossa comunidade no Facebook para conhecer novos empreendedores, trocar informações e dúvidas.